Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sapos do Ano

Evento que visa premiar os melhores blogues da nossa praça

Sapos do Ano

Evento que visa premiar os melhores blogues da nossa praça

21.10.18

Finalistas 2017 - Triptofano

Interação foi a palavra de ordem ao falarmos com Triptofano, um dos grandes audazes bloggers da nossa praça. Farmacêutico, cansado mas muito, muito divertido. Foi neste tom que conversámos com este autor, de um espaço que promete e diverte qualquer um. Fiquem desse lado!

 

Fala-me do teu blogue.

Quando criei o Triptofano tinha a intenção de ter um blog que ajudasse as pessoas a serem mais felizes através de dicas de alimentação, exercício físico, meditação...

Cinco posts depois foi o descalabro total, e o Triptofano tornou-se num sítio onde escrevo o que me dá na real gana, desde as novidades do mundo da cosmética, passando pelos locais onde vou comer, terminando com desabafos e histórias mirabolantes que vão aparecendo na minha vida.

Basicamente o espaço virtual é o reflexo da pessoa real que o escreve.

 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Uma pessoa cansada, muito mais cansada do que antigamente. Escrever regularmente num blog não é fácil. É preciso ter inspiração para escrever, depois dedicar tempo para que o texto fique minimamente apresentável, colocar fotos, etc, etc. 

Há dias que quase que adormeço em cima do teclado, mas vale a pena todo o esforço.

 

Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

A interacção com os outros bloggers tem sido fenomenal, há gente muito simpática e interessante neste mundo virtual. Infelizmente, devido ao facto de não fazer do blog a minha actividade principal, muitas vezes a interacção não é tanta como eu gostava. Podia-me empenhar a responder mais rapidamente aos comentários e a visitar de forma mais assídua os blogs dos outros bloggers - é definitivamente algo que preciso de melhorar!

 

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

A maior vantagem é sem dúvida a divulgação. Um blog sobrevive pela persistência de quem o escreve mas muito pelo feedback de quem o lê. Por isso quanto mais divulgado for um blog mais probabilidades ele tem de desenvolver um público fiel e interactivo.

Para a edição deste ano espero ganhar, numa categoria qualquer que eu não sou esquisito, o que importa é que votem em mim nem que para isso tenham de criar cinquenta contas de gmail falsas ok?

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

20.10.18

Finalistas 2017 - Algo à mesa

Hoje temos connosco a autora do blogue Algo à mesa, que achou que não faria sentido escrever-nos porque o blogue estava parado. Nunca está parado, simplesmente tirou umas férias porque também se cansa, não é?. No entanto, a obra fica e a visão da autora também, que poderá ser visitado sempre que quiserem. 

 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Vocês querem a verdade não é? Não me sinto especial por aí além...
Gosto de escrever, de opinar sobre tudo e mais alguma coisa e o que pode, vem parar ao blog, mas isso não me torna diferente. Como todas as experiências nos enriquecem, sim, sou mais rica, mas não tenho a certeza que isso seja visível fora de mim mesma.
 
Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?
Tem sido bastante mais rica do que imaginei ser possível. Por exemplo, há uma meia dúzia de malucos que considero amigos, que foi uma coisa que nunca pensei "obter" através do blog. 
 
Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano? 
A vantagem é a de ficar a conhecer blogs que às vezes nos passam despercebidos e que, sendo nomeados me chamam a atenção. Não vejo outra, porque não levo estas coisas de prémios muito a sério e por isso é que gosto tanto desta vossa iniciativa. Quando se fala em conhecer blogs, conhece-se as pessoas que vivem dentro de cada um, por isso, poderá dar-se o caso de ver crescer a interação com outros blogadeiros (ou será blogadores?)
 
O que esperas da edição deste ano do Sapos do Ano?
Poderia dizer que espero ser nomeada e com isso atrair mais pessoas ao meu blog e obviamente ganhar o fabuloso prémio... Mas não. Nem conto com isso, que o que não faltam são espaços que merecem muito mais do que o meu, por isso, o meu grande objetivo da edição deste ano é a que a grandiosa gala seja num dia que me possa deslocar a Lisboa para poder participar :)
 
19.10.18

Finalistas 2017 - O último fecha a porta

Hoje temos connosco o dono e autor do blogue O último fecha a porta que diz ter um espaço que temo de tudo, e que lhe permitiu respeitar e aprender com os outros. Fiquem por aí!

 

Fala-me do teu blogue.

O meu blog é uma espécie de diário, com desabafos, opiniões e sentimentos. Desde coisas mais banais, a assuntos mais sérios.
 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Uma pessoa que diz que o que pensa, expõe as suas dúvidas e pensamentos mas sem sentir o julgamento do que os outros vão pensar de nós. Mas também uma pessoa que respeita os outros e que retira aprendizagem com o que lê.
 

Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

Essa é uma das coisas mais interessantes: conhecer outras pessoas com problemas e soluções tão comuns com as nossas. Sem artifícios ou falsidades. Conhecem-se percursos de vida, profissionais e perfis muito interessantes, mesmo sem se conhecer fisicamente as pessoas.
 

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

Acho que é uma oportunidade de nos dar a conhecer e de conhecer outros blogs e pessoas muito interessantes, com as quais nunca nos cruzamos neste universo. Parabéns pela iniciativa! J

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

18.10.18

Finalistas 2017 - A vida às fatias

Hoje estivemos à conversa com a autora do blogue A vida às fatias, que antes de tudo alertou-nos a todos que o blogue é e não é sobre maternidade, que nos deixou completamente convencidos. Num tom divertido, como aliás é apanágio da autora, convido-vos a ler as palavras e a conhecerem mais este excelente trabalho.

 

Fala-me do teu blogue.

Ora bem, o meu blog é sobre maternidade. Mas não é sobre maternidade. 😜 Fui clara? Não? Ok. Então, começou quando tive a minha segunda filha e me sentia a desaparecer na maternidade. Precisava de partilhar o que sentia, mas também algumas pérolas, histórias malucas e ideias absurdas da minha cabeça. Com o tempo, transformou-se no meu espelho e na minha catarse. Não publico com a frequência que gostaria mas é bom ver que há quem goste de me ler. 

 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

A mesma. Mas mais reflexiva. Também serve para isso, para pensar em voz alta. 

 

Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

Tem sido óptima. Por causa dos blogs tenho um grupo de amigos espectaculares, com falo diariamente e com quem rio a todas as horas. Vocês sabem quem são...

 

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

Além do enorme prémio monetário? Então, diria que é a possibilidade de mais pessoas conhecerem o meu canto e eu conhecer os dos outros. A troca de ideias faz-nos crescer e acho que esta iniciativa tem, precisamente, esse condão! 
 
17.10.18

Finalistas 2017 - Mami

Hoje estivemos a conversar com um dos rostos mais conhecidos da comunidade, a mami, que diz sentir-se livre e com responsabilidade por escrever, porque é assim que vai respeitando quem a lê. Óptimo dia para ficar mais um pouco e conhecer mais um blogue.

 

Fala-me do teu blogue.

Mami é um blogue pessoal onde escrevo o que bem me apetece, quando me apetece – bem…é mais quando consigo. Parece agressivo eu sei. Mas é apenas a verdade: nua e crua.

Quando criei o blog optei por o colocar na “categoria” de estilo de vida, por acreditar que é disso que se trata: da minha forma de ver e viver o dia-a-dia, dum ponto de vista mais intimista, mas também com uma abordagem glocal, pois, como já dizia o outro (john donne) não sou “uma ilha isolada”.

Quem por lá passar encontrará um pouco de tudo. poderá chegar em dia de receita, de desabafo, de parvalheira, de sugestões, de guest post … é uma questão de sorte.

 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Livre – por me desprender da opinião que possam ter sobre mim por aquilo que escrevo – a vantagem de escrever na cobardia de não mostrar a cara.

Com responsabilidade – para com quem lê o que escrevo e eventualmente o possa levar em conta. Respeitar o leitor. Respeitar todos aqueles que possam ser influenciados pelas minhas palavras (direta ou indiretamente).

 

Como tem sido a interação com outros bloggers? ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

Amo a interação com os outros. Há uma diversidade enorme de pessoas e formas de estar e escrever. No último ano em virtude das maravilhas da maternidade o tempo tem escasseado, quer para escrever, quer para ler. Mesmo assim, sempre que posso delicio-me na interação com os outros.

 

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

Quanto ao blog nem sei. Na verdade não pensei nisso. Nem sei se serei novamente “lembrada”. Tenho uma visão muito positiva do projeto pelo facto de fazer “isto mexer”. De darmos a conhecer e conhecermos os blogs desta plataforma. Há muito talento e nem sempre chegamos a eles “sem ajuda”. Parabéns pelo projeto!

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

16.10.18

Finalistas 2017 - Gaffe e as Avenidas

Estivemos à conversa com a autora da Gaffe e as avenidas, que espera ganhar por larga margem este ano. Finalista o ano passado, com esperança nesta edição, diz ter um espaço que se tem mantido fresco ao longo dos anos. Tímida, tal e qual como é, recebeu-nos de braços abertos para mais um momento extremamente agradável. Fiquem para ver!

 

Fala-me do teu blogue.

É óptimo reconhecer que o que escolhi para descrever As Avenidas, já lá vão anos, se mantém fresco como se tivesse sido plantado hoje no canteiro destas minhas floreadas tolices:

A palavra exacta é "superficial". Uma rapariga esperta sabe como ninguém que as tolices fúteis são autênticos temperos nestes nossos assados, cozidos e grelhados. Basta utilizar a dosagem certa e não exagerar na malagueta.

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Ao longo do tempo, a Gaffe foi-se aproximando perigosamente da sua criadora. Às vezes, - tantas vezes -, eram só uma. Creio que foi invertida essa rota quando me foi dado reconhecer que um abraço digital não tem olhos -nem meus, nem os dos outros - e não há nada como um abraço – ou um beijo – com a visão dos corações lá dentro. A Gaffe voltou a ser apenas a criatura que brinca nos meus dedos.

Desde que passeio nas Avenidas, foi esta a alteração mais significativa que sofri e é recente. O resto agora escapa e esquece no momento em que decido publicar.  

Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

Raramente comento as publicações que leio, mesmo as que me deixam seduzida. A interacção limita-se às respostas que dou aos afabilíssimos turistas que consideram que deixar uma recordação, um souvenir, é uma forma simpática de acarinhar uma tonta irresponsável. Gosto muito destes pequenos momentos de simpatia, mas não creio que tenha de resolver - ou saiba resolver -, a falha de convívio digital. A verdade é que a Gaffe, por muito estranho que possa parecer, é uma rapariga tímida.

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

Não pensei nisso!

Diverti-me e foi muitíssimo agradável perceber que a Gaffe é uma tonta capaz de despertar alguma empatia. Creio que me deu a vantagem de saber que sou bem-vinda.

Espero que este ano ser nomeada outra vez e ganhar como se não houvesse amanhã.

A Gaffe é tímida, mas não é parva.

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

15.10.18

Finalistas 2017 - A minha caixa de música

Hoje é dia de vos dar música. Foi com Pedro, autor do blogue A minha caixa de música que fomos à procura de respostas, de uma cultura riquíssima como a música. Eis o que teve para nos dizer. Fiquem por aí!

 

Fala-me do teu blogue.

A principal intenção deste blogue é divulgar o que de melhor se faz a nível musical no nosso país, e não só. Tento estar atento, o mais possível, às novidades discográficas semana após semana. Este blogue é ainda dirigido a todos os bloguers do Sapo, com a intenção de lhes proporcionar um óptimo dia, consoante a sua disponibilidade para ir ouvindo as músicas que por aqui vão passando!

 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Desde que este blogue foi criado, a caminho de ano e meio de existência, tenho-me sentido o mais normal possível do que era antes da Caixa de Música.

 

Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

Tenho tido uma óptima interacção com um ou outro bloguer do Sapo e, espero manter isso nos próximos tempos, sem excluir a possibilidade de crescimento dessas interacções.

 

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

Vejo esta participação como uma oportunidade para fazer crescer esta Caixa de Música, especialmente no que respeita às interacções. Atingi o patamar dos 200 seguidores, e espero, pelo menos, manter-me aqui!

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

14.10.18

Finalistas 2017 - Pequeno Caso Sério

Hoje estivemos a conversar com a autora do blogue Pequeno Caso Sério, que nasceu porque o marido e a filha assim o quiseram, pelo menos pelas palavras da autora. Em boa hora o fizeram, porque é um excelente trabalho, digno de figurar nos melhores blogues da nossa comunidade, como em 2017. Fiquem para conhecer:

 

Fala-me do teu blogue.

Não sei se têm pachorra para ler isto mas acho que deviam:

O blog nasceu pelas mãos da minha filha e do meu marido que sabiam do meu gosto pela escrita tantas vezes abandonado por falta de tempo. Quer dizer...eles dizem que foi isso mas eu desconfio que foi mais para me verem entretida e não lhes moer o juízo.

Depois, a vida trocou-me as voltas e parti um pé que me obrigou a ficar enclausurada dois meses. E puff! Fez-se o Chocapic!

Tinha tempo; tinha de estar quieta pois a bota de gesso era pesada (moro numa casa sem elevador) e tinha tanta maluqueira dentro de mim que precisava sair que o blog tornou-se uma espécie de terapia.

As pessoas foram lendo , foram gostando, comentando e desta forma alimentaram o bicho que não mais parou de crescer.

Um dia, tive a sorte de me cruzar com uma Senhora (Sodona Gaffe) que fez o favor de parir o blog tal como ele está hoje e do qual tenho um orgulho do caraças.

Quanto ao que por lá debito: nada de muito interessante. Apenas coisas que inquietam uma mente deturpada mas que me diverte como o caraças. Ah...esperem...ao nível do léxico que por lá encontram, é preciso ter cuidado. Só os olhos mais resistentes aguentam tanto. Curiosos? Depois não digam que não avisei!

 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Na realidade, não sinto grande diferença pois ,lamentavelmente, continuo igualzinha ao que era. Apenas destilo maluqueira em mais sítios e chego a mais gente, só isso.

Tenho um emprego muito formal que me obriga a uma postura irrepreensível que não me permite dizer tanta maluqueira como gostaria. Desta forma, o blog tornou-se o meu escape. Sem filtros quem ali está sou EU. Verdadeiramente EU.

As três almas que sabem da existência do blog reconhecem em cada post a pessoa que sou. E isso diz tudo.

 

Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

 

Há de tudo mas regra geral, tenho sido afortunada com as pessoas que cruzaram o meu caminho. Tenho aprendido tanto, mas tanto, em áreas que não dominaria de outra forma que não fosse pela iteração com outros bloggers. E tenho encontrado muita maluca por aí escondida. Eu atiço e elas correspondem. E é tão bom!

Quando alguém lê uma coisa que tu escreves e te diz que ficou feliz com isso e que foi a única gargalhada que deu depois de ter perdido um filho...é porque algum talento deves ter.

Quando alguém escreve que deu a primeira gargalhada do dia às 7 da manhã por tua causa, então é porque o que estás a fazer deve estar certo.

Se gostava de ser assim uma blogger famosa ao nível da Pipoca? Hummmmm....não sei. Juro que não sei. Ela perdeu muito do que era quando começou e atenção que isto não é uma crítica, é uma constatação. Por enquanto o que tenho faz-me muito feliz MAS se o Ricardo Araújo Pereira ou o Rodrigo Guedes de Carvalho lessem o meu blog e gostassem, então era menina para nunca mais ninguém me aturar com tanta cagança.

Agora , para quem não conhece o blog (humf!) é fazer como os Jeovás: ir lá espreitar e espalhar a palavra que quantos mais, melhor e aquele antro de maluqueira tem sempre espaço para mais um.

 

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

A vantagem que encontro é finalmente dar uso ao vestido que comprei o ano passado. Como não ganhei, ficou guardado e já cheira a mofo. Maneiras que é votar aqui na menina antes que as traças façam o seu trabalho ao nível da renda de bilros.

Espero nada menos que a vitória pois o lugar reservado para o troféu continua lá à espera.

Espero que, na hora de votar, quem não tiver a intenção de votar em mim tenha uma valente caganeira e que não tenha papel higiénico à mão. Eu cá se fosse a vocês votava em mim...mais que não fosse com medo de passar a semana no penico. Olhem que as minhas pragas são boas. E conheço um bruxo mesmo bom.

Espero ainda que todos os nomeados se divirtam com isto tanto quanto eu.

Espero que a Magda, essa louca que se mete nesta trabalheira, continue com esta iniciativa que mete a TVI no chinelo.

Ah, e espero ganhar. Não sei se já tinha dito.

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

13.10.18

Finalistas 2017 - Quatro Reizinhos

Sentirão um quentinho quando entrarem em Quatro Reizinhos, onde poderão ler enormes peripécias que vos deixarão com enorme sorriso no rosto. E por isso fomos falar com a Catarina, autora do blogue, que diz ficar com os cabelos em pé com os quatro filhos…os reizinhos desta história. Fiquem para ver!

 

Fala-me do teu blogue.

O meu blog começou como um escape do meu dia a dia. Sou mãe de quatro rapazes que me deixam os cabelos em pé. Tenho os dias repletos de aventuras e desventuras e achei por bem escrever uma espécie de diário para um dia mais tarde recordar. Tinha também esperanças de desmitificar esta questão das famílias numerosas.  Mostrar que podemos ter vários filhos mantendo uma profissão normal, isto tudo sem sermos ricos.

 

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?

Sinto-me uma pessoa melhor. Gosto de demonstrar que a maternidade não é só um mar de rosas mas que mesmo assim vale a pena. Considero que a honestidade é uma coisa que abunda no meu blog. Gosto de partilhar receitas, passeios, sorrisos. Gosto de falar sobre os relacionamentos de seis personalidades diferentes debaixo do mesmo tecto. Adoro quando recebo feedback. Quando alguém me diz que o meu testemunho ajudou nalguma duvida. Estou também sempre aberta a concelhos. Isto da maternidade é uma aprendizagem constante e um desafio diário.


Como tem sido a interacção com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?

Considero que a interacção com os outros bloggers tem sido boa. Fiz amizades que estou certa que vão ficar para a vida. Contudo nos últimos tempos, com o crescimentos dos rapazes, não tenho tido tanto tempo como gostaria para estas conversas.

 

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?

Considero que é uma optima iniciativa. Graças a este tipo de iniciativas ficamos a conhecer blogs que nãoconhecíamos. É um mercado que está em constante mudança e é difícil estar a par de todas as novidades. Este tipo de eventos ajuda a reconhecer o trabalho que fazemos.

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

 

Clica e nomeia os teus Sapos do ano 2018

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D