Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sapos do Ano

Evento independente que visa premiar os melhores blogues da nossa praça (não ligado a qualquer plataforma/empresa ou entidade)

Sapos do Ano

Evento independente que visa premiar os melhores blogues da nossa praça (não ligado a qualquer plataforma/empresa ou entidade)

14.10.19

À conversa com os finalistas de 2018 - Pequeno caso sério

Gostam de montanhas russas? Não? Ora, experimentem embarcar nesta viagem, proporcionada pela autora do blogue Pequeno caso sério, que tem como objectivo principal deixar bem disposto quem a lê. Querem ter a certeza disso?  Pequeno caso sério!

 


E foi assim que a malta que organiza este belo certame se lembrou de deixar nas mãos de uma louca (EU!) a responsabilidade de dar a conhecer ao mundo este antro de maluqueira. 

Preparados? Apertem os cintos!

 

 

Comecemos então pelo principio. 

 

Este blog nasceu pelas mãos da minha filha e do meu marido que, sabendo do meu gosto pela escrita, resolveram criar um espaço virtual onde pudesse cagar as minhas sentenças. Desconfio que o facto de pensarem que o blog me manteria ocupada e assim lhes aliviasse o juízo, também ajudou.

Quando recebi de presente, fiquei... tocada, pois nunca pensei que tivessem retido um desabafo que fiz uma única vez. Diz-se que o amor está nos detalhes e é bem verdade. 

 

Depositei o primeiro post e o blog lá ficou, à espera de tempo.

Ora o que é que aconteceu depois?

Bem, a vida fez-me a vontade e deu-me todo o tempo do mundo: um pé partido, uma bota de gesso até ao joelho e dois meses confinada a um segundo andar sem elevador. 

E foi assim que comecei a destilar maluqueira nas muitas horas em que estive sozinha enquanto a vida continuava lá fora. Posso dizer que os blogs que visitava e a evolução do meu antro de maluqueira, fizeram parte da minha recuperação.

 

Os únicos objetivos que tracei a mim própria na altura continuam em vigor:

 

1º- NUNCA revelar a minha identidade (porque acima de tudo quero que o blog seja uma extensão de mim quando estou à vontade entre os meus);

2º- Deixar bem disposto quem me lê, nem que seja por cinco minutos

 

Pelo feedback que vou tendo, a coisa não tem corrido mal...tanto que o prémio na categoria de Humor do "Sapos do ano 2018", foi ganho aqui pela Je e esse, minha gente, já ninguém me tira. 

 

E o que é que eu acho deste belo certame? Várias coisas. A saber :

 

-Acho uma ideia muito válida na medida em que o prémio é bastante tentador;

 

-Uma forma da malta do bairro e arredores se conhecer e promover deixando de fora os famosos do costume;

 

-Que o grau de sanidade mental da Magda e do David por se meterem nestas alhadas a custo zero, repito, a custo zero, deve andar ali taco a taco com um utente do Júlio de Matos  do qual certamente se escapuliram no mesmo dia que eu. A direção é que ainda não deu pela nossa falta. Por isso, minha gente, é aproveitar enquanto podem.

 

 

Pela parte que me toca , estou empenhadíssima em levar novamente o pacote de açúcar outra vez para casa  e já comecei a campanha lá no blog.

 

Qual era a coisa que me deixava assim mesmo em modo cagona-mor? 

Ganhar a categoria de humor novamente e apanhar alguém a ler o meu Blog num café,nos transportes públicos ou numa qualquer sala de espera deste Portugal. Isso é que era o pináculo da fama.

Tenho esperança que isso ainda aconteça.

 

 

Hoje os "Sapos do ano", amanhã, quiçá, o  Meo Arena a abarrotar pelas costuras. Ou uma qualquer ala do Júlio de Matos perto de si.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D