Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sapos do Ano

Evento independente que visa premiar os melhores blogues da nossa praça (não ligado a qualquer plataforma/empresa ou entidade)

Sapos do Ano

Evento independente que visa premiar os melhores blogues da nossa praça (não ligado a qualquer plataforma/empresa ou entidade)

26.10.18

Finalistas 2017 - Desabafos da Mula

Falámos com a Mula, a carismática autora de Desabafos da Mula, que expõe a nu tudo o que ela é e a pessoa que se tornou com o blogue. Não irão ficar desiludidos com as suas palavras, por isso fiquem mais um pouco.

 

Fala-me do teu blogue.
O meu blog é a minha parvoíce, o meu mundo interno tal como ele é realmente: louco, demente, confuso, e meu. É o meu escape. É como é, porque a vida já é demasiado séria para ainda ter um blog demasiado sério. Há dias em que acordo e parece que tudo está errado e ao vir até ao blog ler os outros e escrever no meu, tudo se acerta. Por isso o meu blog é uma extensão de mim. A Mula pode ser uma personagem – que no fundo é – mas revela perfeitamente a pessoa que a escreve e por isso escrevo sobre tudo o que gosto mesmo tornando o blog incoerente. Mas como ter um blog coerente se a própria pessoa que o escreve não o é?

Que tipo de pessoa te tens sentido desde que escreves?
Mais sã acima de tudo. Quem me segue há algum tempo, sabe – porque já falei sobre isso – que sofri de depressão e que sou – e sempre fui – uma pessoa que se isola dos outros. Não sou pessoa de desabafar, de ligar para as amigas a chorar quando algo vai mal ou quando me sinto simplesmente triste sem razão aparente. Por isso ter o blog à mão é simplesmente permitir-me ficar sã e de certa forma pedir ajuda mesmo não me dirigindo a ninguém especificamente. Nos dias em que estou bem – que felizmente são a maioria – a malta leva com os meus disparates – e gosto de acreditar que os meus disparates animam o dia de alguém -, no dia em que eu não estou tão bem, tenho a mesma malta a dar-me apoio, a permitir-me respirar de alívio por saber que não estou sozinha. Sim, o blog permitiu-me ser uma pessoa mais sã e equilibrada – mesmo quando parece que não.

Como tem sido a interação com outros bloggers? Ou é algo que ainda precisas de fazer crescer com o teu blogue?
Não vou negar que a interação já foi muito maior, até porque eu também tinha mais tempo para interagir. Ainda assim, a interação atual é muito mais do que eu algum dia imaginei que iria ter. Conheci pessoas fantásticas – quer realmente, quer virtualmente – e por isso acho que não é algo que eu tenha propriamente de fazer crescer no blog. A magia vai acontecendo diariamente para meu deleite.

Que vantagens vês em participar no Sapos do Ano e o que esperas da edição deste ano?
Numa altura em que os blogs começam a ficar para segundo plano, porque os Vlogs agora é que estão a dar, este tipo de iniciativas vem premiar e dar visibilidade a quem - diariamente ou não – se dedica ao seu blog. A principal vantagem que encontro nos Sapos do Ano é a possibilidade de divulgarmos pessoas e blogs que seguimos e gostamos e por isso espero que este ano, um vez mais, venha a conhecer novos blogs que ainda não conhecia, porque no fundo somos uma grande família e eu gosto de ver as famílias crescerem!

 

Fiquem connosco!

Não se esqueçam de nomear os vossos blogues favoritos para os Sapos do Ano 2018

1 comentário

Comentar post

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D