Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sapos do Ano

Evento independente que visa premiar os melhores blogues da nossa praça (não ligado a qualquer plataforma/empresa ou entidade)

Sapos do Ano

Evento independente que visa premiar os melhores blogues da nossa praça (não ligado a qualquer plataforma/empresa ou entidade)

19.11.19

Finalistas 2019 - O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista

Hoje conversámos com um dos finalistas do Sapos do Ano, na categoria de Desporto, o João. Ele é autor do blog O que não mata, engorda e transforma-te num maratonista.

  1. Conta-nos como foi o nascimento do teu blog. O blog nasceu por acreditar que a minha história de perda de peso e de total dedicação a um desporto e a uma causa mereciam um público e por entender que, dessa forma, poderia ajudar outras pessoas na mesma situação de obesidade em que estava há 3 anos. A partir daí, foi lançar as mãos ao teclado e escrever sobre tudo e sem medos de temas mais difíceis como alimentação ou obesidade.
  2. Como tem sido a interacção com outros bloggers? Tem sido muito boa, pois tenho notado um carinho especial da grande maioria. Aqueles que já conheço e que são presença assídua no meu espaço tornaram-se pessoas com uma grande estima para mim.
  3. O que achas que leva as pessoas a gostarem do teu blog e a seguirem-te? Acho que é o facto de não ser "formatado", de não vender ideias pré-fabricadas, de expor tudo o que faço, de partilhar a minha evolução enquanto atleta e de não ser egoísta ao ponto de não partilhar informação útil para quem quer mudar a sua vida. Como dizia uma blogger em comentário a um texto meu: "fazes isto parecer simples". E com isto estamos a falar de desporto e da vida no geral. Acho que é isso que atrai quem lê.
  4. Consideras que o teu blog está bem categorizado nos Sapos do Ano? Sem dúvida alguma. Abordo algumas informações sobre alimentação, mas está tudo relacionado com o desporto, portanto, sim.
  5. Quem levarias contigo para a ilha de Adão e Eva? Sem sombra de dúvida, a minha esposa.

 

E ainda deixou-nos uma mensagem:

Como alguns já saberão por esta altura, comecei uma das aventuras mais importantes da minha vida em novembro de 2016, estou, portanto, a caminho dos 3 anos enquanto corredor e ex-obeso. Dos 118 kg iniciais aos 72 kg atuais, a viagem tem sido muito interessante e também muito desafiante. É isso que proponho a quem me lê: a exposição do real, das dificuldades inerentes a um amador que virou apaixonado pela corrida e que, de forma autodidata, faz treinos técnicos e de reforço muscular num total médio de 12 horas semanais. No fundo, o que pretendo transmitir a todos é que nunca é tarde para mudar e que não é impossível. Além disso, também não tem de ser visto como uma obrigação. As coisas devem e têm de ser feitas de forma gradual.  Atualmente, já atingi um ponto avançado em termos de treinos, julgo que é notório, não me fico apenas pelo mais básico, mas faço questão de não deixar ninguém para trás, de valorizar tanto quem faz pouco como quem faz muito. Só posso agradecer as vossas leituras e os vossos comentários. Que não se fiquem por aqui.

 

Podem votar nesta final aqui

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D